imagem top

2018

ANUÁRIO DO HOSPITAL DONA ESTEFÂNIA
REPOSITÓRIO MÉDICO CIENTÍFICO

logo chlclogo HDElogo anuario

CURSOS SATÉLITE

Fundamentação
Nas últimas quatro décadas assistiu-se a uma revolução no tratamento de doenças respiratórias, surgindo novos fármacos que podem ser administrados por uma inúmera variedade de dispositivos inalatórios. A selecção correcta do dispositivo de inalação, associada a uma correcta técnica inalatória, são aspectos essenciais para o sucesso terapêutico. A frequência com que os profissionais de saúde contactam com
doentes em que estas formas de terapêutica estão indicadas, justifica que conhecimentos sobre esta temática devam ser adquiridos.

Fundamentação
A elevada morbilidade/mortalidade decorrente de um processo de reanimação associada à sua baixa prevalência hospitalar obriga a um treino regular de reconhecimento e respeitando os procedimentos ligados à formação em reanimação já instituídos no Hospital de Dona Estefânia.

Fundamentação
As urgências /emergências neurológicas são comuns num SU de Pediatria (2,5 a 5% do total de urgências) e habitualmente motivo de ansiedade não só para os pais como para os profissionais que as recebem.
A história clínica e o exame objectivo, com inclusão duma boa observação neurológica, são as duas ferramentas essenciais na triagem de situações neurológicas graves num SU pediátrico e sua correta orientação.
A identificação de perturbações do comportamento e do estado de consciência, de sinais neurológicos de movimentos anómalos, de alterações da marcha e o conhecimento da sua evolução são fatores fundamentais para elaboração dos diagnósticos diferenciais e priorizar a sequência da terapêutica e exames auxiliares, de modo a preservar a integridade do sistema nervoso ou reverter /minimizar lesões já ocorridas.

WORKSHOP 2 - “ARTIGO CIENTÍFICO: DA LEITURA CRÍTICA À ELABORAÇÃO DO MANUSCRITO PARA PUBLICAÇÃO”

Fundamentação
O artigo publicado é a forma mais nobre de transmissão de informação científica. A leitura crítica permite analisar a informação disponível e é um treino valioso para adquirir competências para elaborar manuscritos científicos. Apesar de não haver boa escrita científica por maus leitores, um bom leitor pode não ser um bom escritor, mas sabe tirar partido do que lê.
O workshop compreende ensino teórico prático de manhã e trabalho prático à tarde.