imagem top

2018

ANUÁRIO DO HOSPITAL DONA ESTEFÂNIA
REPOSITÓRIO MÉDICO CIENTÍFICO

logo chlclogo HDElogo anuario

Neste 2013, o Anuário do Hospital de Dona Estefânia comemora 20 anos. Tem motivos para orgulho e regozijo. Duas décadas de edição anual sem interrupção, mantendo qualidade, atravessando gerações de médicos e comissões organizadoras, muitas dificuldades logísticas e financeiras, mas muito mais entusiasmo.

Desde que o Hospital de Dona Estefânia foi integrado no Centro Hospitalar de Lisboa Hospitalar, EPE, o Anuário tem recebido o apoio explícito do Conselho de Administração. A indústria farmacêutica tem garantido o seu principal financiamento.

Em 20 anos ininterruptos tem mantido três vertentes: 1. Reunião, 2. Publicação e 3. Cursos Satélite; e três organismos nucleares: a Comissão Organizadora, a Comissão Científica composta por Diretores e Coordenadores clínicos e a Comissão de Internos.

  1. Reunião: evento médico científico, destina-se à apresentação anual dos trabalhos premiados, os melhores entre os melhores. Nesta Reunião é distinguido o mérito, escolha feita por pares, por intermédio do conselho de Diretores e Coordenadores. São convidados peritos de nomeada para comentar as apresentações. Por opção, a Reunião tem sido organizada em casa, no próprio Hospital, apesar de a realização intramuros diminuir a visibilidade.

  2. Publicação: editada na data da Reunião, a publicação Anuário do Hospital de Dona Estefânia, doravante renomeado com um subtítulo apropriado Anuário do Hospital de Dona Estefânia. Repositório Médico Científico, constitui um repositório ímpar, ao coligir os resumos dos trabalhos científicos divulgados pelo corpo clínico do Hospital em cada ano transato. A colaboração dos autores é inteiramente voluntária mas empenhada. Os Diretores e Coordenadores promovem em cada ano a recolha do material científico e revêem os conteúdos. Se os trabalhos publicados ficaram em memória, a esmagadora maioria comunicada e nunca publicada, incluindo material de elevada qualidade, esfumar-se-ia com o tempo se não tivesse sido coligida. O conteúdo do Anuário inclui milhares de resumos de múltiplas especialidades de um hospital materno-infantil: anestesiologia, cirurgia pediátrica, estomatologia, fisiatria, genética, ginecologia-obstetrícia, imagiologia, imunoalergologia, imuno-hemoterapia, neuropediatria, oftalmologia, ortopedia, otorrinolaringologia, patologia clínica, pediatria médica e pedopsiquiatria. Desde que passou a ser publicado eletronicamente, passou a incluir também apresentações e posters, em formato PDF. O Anuário constitui assim, o currículo médico científico da instituição, coleção anual da sua produção científica. Ao longo de 20 anos, tornou-se na mais vasta memória científica de uma instituição hospitalar nacional. Mais recentemente, com o intuito de se tornar também numa memória institucional, passou a registar a constituição das equipas médicas, inclusive com fotos dos clínicos. Inicialmente em versão impressa (1993-2005) e posteriormente em CD-ROM (2006-2012), este ano inaugura a publicação online com vantagens notáveis. Ao estar exposto na Internet, passa a ser a montra científica do Hospital no universo virtual, particularmente em toda a comunidade científica de língua portuguesa ligada à saúde, o que impõe maior exigência na qualidade do conteúdo difundido. 

  3. Cursos Satélite: com grande pendor didático, o Anuário promoveu ao longo de duas décadas a formação pós-graduada de inúmeros médicos, sobre diversos temas com cariz prático. Os coordenadores científicos têm garantido a qualidade científica e a Área de Gestão da Formação do Hospital, o apoio pedagógico e logístico. A maioria dos cursos tem sido certificada pela Ordem dos Médicos, sendo avaliados os formandos e formadores.

A melhor forma de comemorar as duas décadas do Anuário, é fazê-lo progredir, perseguir a qualidade e ter ambição. Numa palavra, deixar um legado sempre melhor.

 

Luís Pereira-da-Silva
Editor