imagem top

2018

ANUÁRIO DO HOSPITAL DONA ESTEFÂNIA
REPOSITÓRIO MÉDICO CIENTÍFICO

logo chlclogo HDElogo anuario

O Anuário do Hospital D. Estefânia (AHDE) celebra neste ano de 2014 vinte e um anos de existência. O seu lançamento foi em 1993 e o seu grande impulsionador o Dr. Mário Coelho, que escreveu o 1º. Editorial onde justificava esta iniciativa pela necessidade de existir uma memória científica (1) do maior hospital pediátrico português.

O AHDE tem evoluído, hoje os resumos e mesmo alguns artigos podem ser consultados na internet, o que muito contribui para a visibilidade e afirmação da nossa vertente científica.

Entre os muitos que tornaram possível esta difusão da actividade científica do corpo clínico do HDE, uma especial referência ao Professor Luís Pereira da Silva e ao Dr. João Falcão Estrada, que lutaram contra ventos e marés para manter e sobretudo melhorar a nossa memória científica colectiva.

Os da minha idade e mesmo alguns mais jovens associam os 21 anos à verdadeira idade da maioridade, daí considerarmos este número um marco em qualquer actividade. De facto é um marco termos conseguido trazer o AHDE até à idade adulta, em tempos particularmente difíceis, em que a motivação para o desempenho da nossa actividade clínica, formativa e científica e o acreditar num rumo de excelência para o nosso Hospital tão frequentemente são postos em causa.

Muitos dos que contribuíram com os seus trabalhos científicos e o seu saber ao longo destas duas décadas de edições do Anuário, já hoje não se encontram no HDE. Nestes tempos conturbados e vertiginosos existe muito pouco espaço para o culto das memórias e alguns dos que saíram sentem-se um pouco magoados com este quase esquecimento.

No meu papel privilegiado de poder fazer a ponte entre todos esses médicos, que hoje já não trabalham connosco, mas que pelo seu rigor clínico e científico, que souberam transmitir aos pares, fazem efectivamente parte da história do HDE e a nova e fantástica geração de médicos, felizmente já espalhados por todos os Serviços e com quem diariamente tenho a satisfação de confrontar ideias e saberes, posso afirmar convictamente que temos um corpo clínico com uma identidade própria, fundamentada nas memórias, mas vivendo em pleno o presente e apostado num futuro ambicioso.

Que ambição? Sermos o melhor hospital pediátrico do país pela excelência da clínica que praticamos diariamente, com reconhecimento nacional e internacional, através da produção científica de qualidade, que o nosso Anuário (já adulto) nos permite partilhar e divulgar.

 

Referência

  1. Coelho M. Editorial. In: Coelho M et al. Eds. Anuário do Hospital Dona Estefânia, Iberprint, Lisboa 1993;Ano I, pp.1


Eulalia-Calado topo 







  13 de Maio de 2014
  Eulália Calado
  Presidente do Conselho Científico do Anuário do HDE