imagem top

2019

ANUÁRIO DO HOSPITAL
DONA ESTEFÂNIA

CHULC LOGOlogo HDElogo anuario

APRESENTAÇÃO E DISCUSSÃO DOS SNIPI/MODELOS IPI PARA OS ACES DA CIDADE DE LISBOA

Maria do Carmo Vale1, Teresa Nunes Marques2.


1 - Ministério da Saúde - Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo/ Hospital D. Estefânia /CHLC); 2 - Instituto da Segurança Social, IP/ Centro Distrital de Lisboa - Ministério da Solidariedade e Segurança Social (MSSS).

- ACES Lisboa Norte (Centro de Saúde de 7 Rios) – 2 de Março (carga horária de 8h).

O Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância assenta em princípios holísticos de prestação de cuidados à criança e família, suportados por uma vasta investigação científica, com modelos teóricos consistentes e práticas baseadas naevidência.
O Modelo Centrado na Família e o funcionamento em Equipa Transdisciplinar, considerado o mais adequado e eficaz, constitui o pilar para uma Intervenção Precoce na Infância (IPI) que se pretende implementar no País com implicações diretas, não só no desenvolvimento de crianças com critérios de elegibilidade para a Intervenção Precoce na Infância e suas famílias, como também no desenvolvimento de competências dos profissionais envolvidos.
Apresentam-se e discutem-se os aspetos mais importantes da IP, quer na vertente de capacitação pedagógica da família, na vertente de prestação direta à criança na sua dupla função educativa e terapêutica e a adequação dos diferentes modelos às necessidades de cada criança e família de acordo com osa recursos disponíveis.

Palavras-chave: Intervenção Precoce (IP), Sistema Nacional de Intervenção Precoce para a Infância (SNIPI), Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Subcomissão regional de Lisboa e vale do tejo do SNIPI.