imagem top

2019

ANUÁRIO DO HOSPITAL
DONA ESTEFÂNIA

CHULC LOGOlogo HDElogo anuario

BRONCOFIBROSCOPIA EM 2017 NO HDE

Ana Casimiro1, Oliveira Santos1

1 - Unidade de Pneumologia, Área da Mulher, Criança e Adolescente, Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, Lisboa

- Reunião institucional – Reunião temática semanal da Área da Mulher, Criança e Adolescente do Hospital Dona Estefânia, 10 de abril de 2018

Resumo:
A broncoscopia é um meio complementar de diagnóstico fundamental para estudar a sintomatologia respiratória. A broncofibroscopia (BF) e a broncoscopia rígida (BR) são por vezes complementares nesse estudo. A BF é essencialmente executado para diagnóstico e a BR pode ser terapêutica, ao permitir extrair um corpo estranho ou destruir uma massa. Apresenta-se a casuística da BF em 2017, mencionando os motivos principais para o pedido do exame, as idades em que se realizou e os diagnósticos principais e secundários. Apresentam-se algumas imagens de granuloma brônquico, fístula TE entre outros. Conclui-se que é um exame fundamental para estudar a árvore traqueobrônquica e que esta foi normal em 1/3 dos casos. O estrídor, a tosse persistente e a suspeita de tuberculose, foram dos principais motivos para o exame. Salienta-se que embora raro, a aspiração de corpo estranho e a massa traqueal também foram diagnósticos encontrados em 2017.