imagem top

2018

ANUÁRIO DO HOSPITAL DONA ESTEFÂNIA
REPOSITÓRIO MÉDICO CIENTÍFICO

logo chlclogo HDElogo anuario

TRATAMENTO PERSONALIZADO – TRANSIÇÃO DA INFÂNCIA PARA A ADOLESCÊNCIA

Paula Kjöllerström

1- Unidade de Hematologia, Área da Mulher, Criança e Adolescente, Hospital Dona Estefânia, Centro Hospitalar Lisboa Central, Lisboa

- 4º Congresso Nacional de Hemofilia,. Évora, dezembro 2017

Resumo:
A terapêutica de primeira linha na criança e adolescente com hemofilia é habitualmente a administração regular de fator em regime profilático em dias “fixos” e nas intercorrências hemorrágicas. O tratamento personalizado permite a adaptação ao perfil individual (presença de artropatia, atividade física/desportiva, facilidade de acessos) com recurso a ferramentas técnicas como estudos farmacocinéticos, biomarcadores, plataformas informáticas. Esta modalidade de tratamento – proativa em lugar de reativa - exige uma estreita colaboração entre doentes (famílias/cuidadores), clínicos e serviços de saúde mas permite uma flexibilização e maximização de recursos com melhores outcomes.