imagem top

2018

ANUÁRIO DO HOSPITAL DONA ESTEFÂNIA
REPOSITÓRIO MÉDICO CIENTÍFICO

logo chlclogo HDElogo anuario

GRIPE NUM HOSPITAL PEDIÁTRICO: 2016-2017

Ana Paula Rocha, Catarina Gouveia, Flora Candeias, João Neves, Maria João Brito

Unidadede Infecciologia, Área da Mulher, Criança e Adolescente, Hospital Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central, Lisboa

- 18º Congresso Nacional de Pediatria

Resumo:
IntroduçãoA gripe, uma infeção sazonal geralmente considerada benigna, pode cursar com complicações.
Objetivos: Caracterizar os casos de gripe diagnosticados num hospital terciário na época de 2016 e 2017.
MétodosEstudo descritivo de setembro de 2016 a março de 2017. Avaliaram-se dados socio demográficos, epidemiológicos e clínicos. O vírus foi identificado por polimerase chain reaction nas secreções respiratórias.
ResultadosRegistaram-se 75 casos, com uma mediana de 22 meses de idade. Comparativamente aos dados da DGS-INSA, o pico ocorreu em dezembro (73%) e antecedeu o da população geral (a partir de janeiro) e o vírus influenza AH3N2 foi omaisfrequente (94,7%)34/75 (45,3%) doentes tinham doença crónica neurológica (12), hematológica (7), asma/pieira recorrente (7), imunodeficiência primária (3) e/ou outro fator de risco (31). 54/75 (72%) foram medicados com oseltamivir mas apenas 11/75 (14,7%) estavam vacinados. Foram internadas 35 (46,7%) crianças. A patologia respiratória foi a mais frequente (92,2%) e ocorreram 2 casos de miosite e um síndrome de Guillain-Barré. Houve complicações em 23 (30,7%) doentes. A co-infecção bacteriana (21) foi a mais frequente: OMA (10), pneumonia (4), sinusite/celulite periorbitária (3), bacteriémias (2), síndrome choque tóxico (1) e amigdalite (1). Outras complicações incluíram hipoxémia (12), atelectasia (2), pneumotórax (1) e derrame pleural (1). Não seregistaram óbitos. Ocorreu infeção nosocomial em 8% dos casosA mediana do internamento foi de 4 dias correspondendo a custos directos diários de 2165€ por doente.
ConclusõesA gripe é uma doença grave na doença crónica e primeira infância e tem custos e implicações económicas significativos. Tal como em anos anteriores a vacinação dos grupos de risco, fundamental para diminuir complicações, continua a ser insuficiente.

Palavras Chave: complicações da gripe, gripe, vírus da gripe