imagem top

2018

ANUÁRIO DO HOSPITAL DONA ESTEFÂNIA
REPOSITÓRIO MÉDICO CIENTÍFICO

logo chlclogo HDElogo anuario

ESTOMATOLOGIA PEDIÁTRICA – CADA VEZ MAIS PRECISA…

Rosário Malheiro*, Ana Fernandes*,Jorge Pinheiro*.

1- Unidade de Estomatologia Pediátrica, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central, EPE;

Congresso Multidisciplinar do Hospital de Dona Estefânia, 28 de Setembro de 2017, Lisboa. Sessão Científica de Cirurgia.

Resumo:
A Estomatologia junta um saber e saber fazer que a dotam de competências que satisfazem a maioria das necessidades reconhecíveis em cuidados primários, secundários e terciários em patologia oro-maxilar. A sua ligação ao crescimento e desenvolvimento facial, acrescidamente, contribui para uma visão alargada das desarmonias oro-faciais e sua abordagem precoce.A formação médica, cirúrgica e dentária dos estomatologistas permite-lhes uma atividade multitasking francamente resolutiva, com vantagens óbvias no SNS, por constituírem uma cadeia de valor muito abrangente e pouco exportadora. A necessidade de abordagem eficiente da patologia oral, especialmente se envolvida em multipatologia e polimedicação, implica uma interligação profunda entre o conhecimento médico e o conhecimento dentário, sem passagem e troca arrastada entre profissionais de preparação segmentar e menor capacidade resolutiva, induzindo fluxos complexos, onerosos e ineficazes. Através da projecção de imagens de doentes, os autores apresentam aspectos que clarificam áreas de actuação, de necessidade crescente, com cada vez menor resposta no SNS.

Palavras-chave: multitaskingcapacidade resolutiva