imagem top

2018

ANUÁRIO DO HOSPITAL DONA ESTEFÂNIA
REPOSITÓRIO MÉDICO CIENTÍFICO

logo chlclogo HDElogo anuario

EPILEPSIA REFLEXA OU FENÓMENO PAROXÍSTICO NO BANHO?

Inês Candeias1, Sérgio Lamy2, Rita Silva3

1 - Unidade Funcional de Pediatria, Hospital de Cascais
2 - Unidade de Cuidados Intensivos Pediátricos, Área da Mulher, Criança e Adolescente, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar Lisboa Central, Lisboa
3 - Serviço de Neurologia Pediátrica, Área da Mulher, Criança e Adolescente, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar Lisboa Central, Lisboa

18º Congresso Nacional Pediatria. Porto, 25-27 Out 2017 (poster)

Introdução: A epilepsia reflexa é uma forma de epilepsia provocada por um estímulo específico. A “epilepsia do banho” é um subtipo raro, causada pelo banho com água quente e pode ser esporádica ou familiar. A fisiopatologia é desconhecida e o diagnóstico diferencial é realizado com outras situações desencadeadas pela exposição à água.
Caso clínico: Apresentamos o caso clínico de uma criança do sexo masculino, com 4 anos de idade, desenvolvimento psicomotor adequado e restantes antecedentes pessoais irrelevantes. História familiar de tio e primo paternos com epilepsia na idade pediátrica. Observado em consulta de neurologia por episódios desde há 2 meses, sempre após o banho, de alteração da consciência com reversão ocular e movimentos de mastigação, com duração de cerca de 2 minutos e sonolência posterior. Exame objectivo e neurológico sem alterações. Realizou electroencefalograma que revelou escassa atividade paroxística, constituída por surto ponta-onda com máximo frontal superior. Tentativa inicial em modificar as condições do banho e profilaxia com benzodiazepinas sem melhoria, pelo que se optou por medicar com valproato de sódio e posterior reavaliação.
Conclusões: Geralmente a epilepsia do banho tem bom prognóstico. As medidas terapêuticas são primariamente a alteração dos hábitos de higiene e, como segunda linha, a profilaxia oral com benzodiazepinas ou antiepilépticos. Esta patologia pode simular outras entidades, tais como a síncope, hipotensão ortostática e arritmias cardíacas. Pretende-se realçar a importância do seu diagnóstico diferencial e necessidade de alto índice de suspeita.

Palavras Chave: Epilepsia reflexa, Fenómeno paroxístico, Banho, Diagnóstico diferencial