imagem top

2018

ANUÁRIO DO HOSPITAL DONA ESTEFÂNIA
REPOSITÓRIO MÉDICO CIENTÍFICO

logo chlclogo HDElogo anuario

DIAGNÓSTICO DAS DOENÇAS MITOCONDRIAIS POR SEQUENCIAÇÃO DE NOVA GERAÇÃO

Célia Nogueira1,2; Cristina Pereira2; Lisbeth Silva1; Luís Vieira3; Elisa Leão Teles4; Esmeralda Rodrigues4; Teresa Campos4; Patrícia Janeiro5; Cláudia Costa5; Ana Gaspar5; Juliette Dupont5; Gabriela Soares6; Anabela Bandeira6; Esmeralda Martins6; Mariana Magalhães6; Helena Santos7; Sílvia Sequeira8; José Pedro Vieira8; Laura Vilarinho1,2

1 - Unidade de Investigação e Desenvolvimento, Departamento de Genética Humana, Instituo Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, Porto
2 - Unidade de Rastreio Neonatal, Metabolismo e Genética, Departamento de Genética Humana, Instituo Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, Porto
3 - Unidade de Tecnologia e Inovação, Departamento de Genética Humana, Instituo Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, Lisboa
4 - Centro Hospitalar de São João, Porto
5 - Centro Hospitalar Lisboa Norte, Lisboa
6 - Centro Hospitalar e Universitário do Porto
7 - Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia
8 - Hospital Dona Estefânia, Centro Hospitalar Lisboa Central, Lisboa

18º Congresso Nacional de Pediatria, 25-27 Outubro 2017, Porto (comunicação oral)

Introdução e objectivos: As doenças mitocondriais constituem um importante grupo de doenças metabólicas de expressão clínica heterogénea, para as quais não existe uma terapia eficaz. Estas patologias podem ser causadas por defeitos genéticos quer do genoma mitocondrial, quer no nuclear. A sequenciação de nova geração (NGS) revolucionou o diagnóstico molecular destas doenças, uma vez que tem a capacidade de gerar uma enorme quantidade de dados num curto espaço de tempo a um custo acessível.
O objectivo deste estudo [financiado pela FCT (PTDC/DTP-PIC/2220/2014) e pelo Norte 2020 (NORTE-01-0246-FEDER-000014)] é desenvolver uma estratégia de NGS para permitir o diagnóstico genético de doentes suspeitos de doenças mitocondriais.
Metodologia: A metodologia de NGS está a ser realizada no sequenciador MiSeq Illumina, através da utilização de um painel de 200 genes nucleares associados a estas doenças (Agilent), assim como do painel do DNA mitocondrial completo (Illumina). A análise bioinformática é efetuada recorrendo a programas comerciais disponíveis.
Resultados: Foram estudados 80 doentes, tendo sido identificadas mutações causais em 24/80. Estas mutações foram posteriormente confirmadas por sequenciação de Sanguer. Os doentes que, após esta primeira abordagem, permaneçam sem diagnóstico genético serão posteriormente direcionados para análise do exoma.
Conclusões: Este estudo permitiu: i) confirmar o diagnóstico de doenças mitocondriais em cerca de 30% dos casos estudados, ii) alargar o espectro mutacional associado a patologias e, iii) oferecer um diagnóstico pré-natal e aconselhamento genético aos casais em risco. A aplicação do método de NGS às doenças mitocondriais tem um caráter inovador e reforça o nosso centro como Laboratório Nacional para o estudo e investigação destas patologias. Neuropatias sensitivo-motoras de Charcot-Marie-Tooth (CMT) constituem a doença degenerativa mais comum do sistema nervoso periférico. A transmissão é autossómica dominante em 50% dos casos em idade pediátrica e em 80% são justificados por mutações nos genes PMP22, MPZ, MFN2 e GJB1. A transmissão recessiva é rara. Apresentamos 2 casos clínicos de (um CMT4H, outro CMT2A recessivo) sem história familiar de consanguinidade e com início sintomático antes dos 2 anos de idade e com evolução progressivapara tetraparésia distal simétrica e arreflexia, tendo uma das crianças também marcha atáxica, amiotrofia e deformidade. No caso CMT4H a mutação c.823C>T tinha sido previamente descrita na literatura e a c.2005C>T ainda não reportada causa também previsivelmente um codão STOP. Ilustramos desta forma o desafio do diagnóstico clínico desta doença que pode ter um fenótipo sobreponível à neuronopatia distal ou a algumas doenças degenerativas neurometabólicas. Trazemos ainda para discussão qual a melhor abordagem do estudo genético na era do WES.