imagem top

2018

ANUÁRIO DO HOSPITAL DONA ESTEFÂNIA
REPOSITÓRIO MÉDICO CIENTÍFICO

logo chlclogo HDElogo anuario

DATING VIOLENCE - VIOLÊNCIA NO NAMORO NA ADOLESCÊNCIA

Mariana Pereira Alves (1), Mónica Mata (1), Paula Vilariça (2)

1- Interna de Psiquiatria da Infância e da Adolescência, Área da Saúde da Mulher e da Criança, Hospital Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central, Lisboa.
2- Psiquiatria da Infância e da Adolescência, Área d da Saúde da Mulher e da Criança, Hospital Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central, Lisboa.

- Publicação sob forma de poster eletrónico no XVIII Encontro Nacional da APPIA: Fazer o bem olhando a quem... Boas práticas em Saúde Mental Infanto-Juvenil.

Resumo
Introdução – A violência no namoro é um problema social e de saúde pública a nível mundial. Define-se como um ato de violência física, psicológica ou sexual, pontual ou contínua, cometida por um dos parceiros, numa relação de namoro, com o objetivo de controlar, dominar e ter mais poder que a outra pessoa envolvida na relação. Relações violentas na adolescência podem ter sérias consequências a curto e longo prazo na saúde dos jovens. Os jovens que são vítimas são mais propensos a desenvolver sintomas de depressão e ansiedade, ter comportamentos de risco, como consumo de tabaco, drogas e álcool, ou apresentar comportamentos anti-sociais e ideação suicida.
Objectivos e Métodos - Caracterização de um caso clínico e revisão não sistemática da literatura na base de dados científica PubMed com os termos ‘teen dating violence’, ‘intimate partner violence’, ‘childhood and adolescence’.
Resultados – O caso relatado mostra como para esta adolescente a problemática da violência no namoro é central na definição da sua história clínica, ilustrando as especificidades desta problemática e servindo de ponto de partida para a reflexão alargada acerca do impacto da violência íntima na saúde mental bem como na necessidade de intervenções dirigidas a esta problemática nos adolescentes.
Conclusão – A adolescência no namoro está a aumentar entre a população adolescente. É durante a adolescência que os jovens aprendem as competências necessárias para formarem relacionamentos positivos com os pares pelo que é vital que se desenvolvam estratégias que promovam relacionamentos saudáveis e evitem padrões de namoro violentos que perdurem até à idade adulta. 

Palavras Chave: ‘teen dating violence’, ‘intimate partner violence’, ‘childhood and adolescence’.