imagem top

2019

ANUÁRIO DO HOSPITAL
DONA ESTEFÂNIA

CHULC LOGOlogo HDElogo anuario

TRICOBEZOAR- UMA CAUSA DE OCLUSÃO INTESTINAL POUCO FREQUENTE

Catarina Ladeira1, Sara Carmo1, Rafaela Murinello1, João Pascoal1.

1. Serviço de Cirurgia Pediátrica, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central, EPE, Lisboa;

- Congresso da Sociedade de Cirurgia Pediátrica 11 e 12/11/2017, Lisboa (Poster)

Introdução: O tricobezoar (massa de cabelo no tracto gastrointestinal) é uma condição rara quase exclusivamente observada em jovens do sexo feminine. Os sintomas de apresentação podem ir desde uma massa abdominal indolor a obstrução e perfuração intestinal. Para tricobezoares grandes o tratamento de eleição é a remoção por laparotomia. 
Caso clínico: Adolescente do sexo feminino internada noutro hospital por quadro com três semanas de evolução de dor abdominal peri-umbilical, paroxística após as refeições, obstipação, enfartamento, vómitos biliosos e perda ponderal. Transferida por suspeita de doença inflamatória intestinal. À entrada abdómen doloroso com sinais de irritação peritoneal. Realizada TAC que mostrou sinais de peritonite em contexto de oclusão de causa a esclarecer. Submetida a laparotomia com identificação de peritonite, volvo jejunal com perfuração, oclusão condicionada por tricobezoar que se estende da transição jejuno ileal ao cólon transverso até o nível do ângulo esplénico. Necessidade de realização de enterotomia ileal e do cólon transverso para remoção do tricobezoar. Pós-operatório sem intercorrências. Referenciada a Consulta de Pedopsiquiatria.
Conclusão: O tricobezoar é uma complicação da tricofagia. Pode ser um desafio diagnóstico devido à variedade de sintomas de apresentação. Geralmente forma-se no estômago e é pré-pilórico, contudo, quando a massa se estende para além do piloro a condição designa-se Síndrome de Rapunzel. Alguns tipos de bezoar, incluindo pequenos tricobezoares, podem ser removidos por fragmentação endoscópica. No entando, tricobezoares muito grandes são resistentes à remoção endoscópica, necessitando de remoção cirúrgica.

Palavras-chave: tricobezoar, oclusão intestinal