imagem top

2019

ANUÁRIO DO HOSPITAL
DONA ESTEFÂNIA

CHULC LOGOlogo HDElogo anuario

FENDA LARINGO-TRAQUEO-ESOFÁGICA EM RECÉM-NASCIDO

Gil Alexandre 1, Catarina Marques 2, Inês Carvalho 3, António Moniz 4, Isabel Fragata 5

1 - Interno de Anestesiologia, Hospital Prof. Doutro Fernando Fonseca
2 - Interna de Anestesiologia, Centro Hospitalar de Lisboa Central
3 - Interna de Anestesiologia, Centro Hospitalar Lisboa Ocidental
4 - Assistente Hospitalar Graduado, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central
5 - Directora do Serviço de Anestesiologia, Centro Hospitalar de Lisboa Central

- Congresso da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia 2016, Figueira da Foz (Poster)

Resumo: A fenda laringo-traqueo-esofágica é uma malformação congénita rara (1/10.000 - 1/20.000 nascimentos), correspondendo a 0,1-1,5% das malformações congénitas da laringe. Associa-se frequentemente a outras malformações congénitas. Caracteriza-se pela existência de uma comunicação sagital posterior anómala entre a laringe e a faringe, podendo envolver inferiormente a traqueia e o esófago. Estão descritos quatro tipos com base na sua extensão e com correlação com a gravidade dos sintomas.

Palavras Chave: Fenda laríngea, malformação da via aérea