imagem top

2019

ANUÁRIO DO HOSPITAL
DONA ESTEFÂNIA

CHULC LOGOlogo HDElogo anuario

ECOGRAFIA DO CANAL RAQUIDIANO

Renata Jogo.

Serviço de Radiologia, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central, E.P.E.

 - 12º Curso de Radiologia Pediátrica do Hospital Pediátrico de Coimbra - Patologia Malformativa, 3-4/02/2012, Coimbra.

Introdução: Nos últimos anos a ecografia tem vindo a ser amplamente utilizada no rastreio de patologia do canal raquidiano e aceite como exame de primeira linha no rastreio de disrafismo oculto no recém-nascido. A Ressonância Magnética (RM) é obviamente a técnica a realizar para avaliação diagnóstica quando é identificada patologia.

Objetivos: Revisão e descrição do método de estudo ecográfico do canal raquidiano normal e das várias variantes da normalidade passíveis de surgir. Abordagem ecográfica a diversas entidades patológicas com indicação para estudo por RM.

Discussão: O estudo ecográfico do canal raquidiano em rastreio está indicado nos recém-nascidos com anomalias com alta incidência de disrafismo oculto (ânus imperfurado, síndrome de regressão caudal, malformação da cloaca / extrofia vesical, anomalias dos corpos vertebrais, etc), com massas lombo-sagradas cobertas por pele ou com estigmas cutâneos variados, sendo estes últimos passíveis de triagem em lesões de alto / baixo risco para disrafismo oculto.
Salienta-se a preparação e o posicionamento do recém-nascido, importantes para um estudo satisfatório, e descrevem-se a técnica e os aspetos ecográficos normais, a correta localização do topo distal do cone medular e o seguro reconhecimento de algumas variantes da normalidade (canal central patente, ventrículo terminal, quisto do filum terminal, filum proeminente, pseudo-massa, pseudo-sinus, cóccix dismórfico), sem necessidade de estudo imagiológico complementar nem vigilância. É extremamente importante a correta diferenciação entre todas estas variantes e as situações patológicas de forma a correta complementação por RM nas últimas e respetivo seguimento.

Palavras-chave: Ecografia, canal raquidiano, disrafismo.